Como aprender rapidamente qualquer habilidade ou tema

Como aprender rapidamente

Como aprender rapidamente?

Se o conhecimento é poder, então a aprendizagem é uma superpotência!

Uma das características que faz totalmente a diferença entre os vencedores e as vítimas é a capacidade de aprender, a vontade de evoluir, de saber mais, de fazer coisas diferentes na tentativa de obter resultados diferentes.

A maioria das pessoas está demasiado agarrada àquilo que faz, àquilo que já sabe… O simples facto de estar a ler este artigo já faz de si uma pessoa diferente, com mais vontade de aprender. Mas é muito importante que mantenha a consciência que ainda há tanto que não sabemos… e há tanto que não sabemos que não sabemos…

  • Quer saber como aprender qualquer habilidade ou tema rapidamente? Vai ter de ler até ao fim e depois pôr em prática!

Vamos aprender rapidamente?

Já ouviu falar da escada da aprendizagem?

Conheça os seus 4 níveis:

 

1.º Incompetente inconsciente

Todos começamos pelo primeiro degrau da escada, em que não sabemos que não sabemos. É quando nem nos damos conta do quão ignorantes somos. Neste degrau somos incompetentes inconscientes. E é neste nível que estamos na maioria dos assuntos.

Para passar ao próximo nível, é preciso ser sensibilizado.

 

2.º Incompetente consciente

Nesta fase, começamos a perceber algumas coisas que não sabemos bem como fazer e passamos a ser incompetentes conscientes. Começamos efetivamente a entender o que não sabemos, aquilo em que não somos bons. E reconhecemos o valor de aprender algo.

Para passar ao próximo nível, o fundamental é errar e reelaborar.

 

3.º Competente consciente

Finalmente sabemos que sabemos, passamos a entender ou fazer bem algo e somos competentes conscientes.

Para chegar ao último nível, o mais importante é praticar.

4.º Competente inconsciente

Chegamos ao último degrau, aquele que não sabemos que sabemos. Tornamo-nos competentes inconscientes.

Já fazemos as coisas sem pensar, sem ter que recorrer ao nosso consciente. Incorporamos a habilidade e deixamos de nos preocupar ao exercê-la. Fazemos tudo de forma natural e automática.

Como disse o grande filósofo Sócrates:Só sei que nada sei”.

E eu concordo inteiramente com ele, pois quanto mais sei, quanto mais estudo, mais descubro que há mundos completamente desconhecidos para mim. Coisas que me interessam, que me são muito úteis para evoluir, mas que eu ainda não conheço.

 

Para evoluir é crucial que esteja disponível para aprender.

Há vários pontos muito importantes para que a aprendizagem seja mais eficiente.

 

Jim Kwik, conceituado treinador do cérebro e da alavancagem da aprendizagem, num curso que fiz com ele, partilhou com o grupo a fórmula do sucesso para uma aprendizagem mais profunda e duradoura e os seus 4 pontos essenciais.

Nossas habilidades cognitivas são limitadas quando nossa mente se sente oprimida. Quando há tanto para processar, trabalho, saúde familiar, o mundo, vida em geral, a conexão entre o cérebro sobrecarregado e o resto do nosso corpo pode ter um sério impacto em sua positividade, seu desempenho, sua paz de espírito e também em sua prosperidade” disse ele.

A chamada técnica F.A.S.T. de Jim Kwik

 

Como aprender rapidamente

#1 – “F” de Forget – chamada mente de principiante

Quando vamos ouvir ou ler um conteúdo, é fundamental que o façamos como se não soubéssemos nada sobre aquele tema.

Muitas pessoas cometem o erro de ir para as formações para confirmar aquilo que já sabem. Se assim for, vão deixar de aprender informação relevante.

Quando estão numa formação ou começam a ler um livro com muitas ideias pré-concebidas, ativam imediatamente o vosso SAR – Sistema de ativação reticular (sistema responsável por filtrar a informação absorvida pela nossa mente e garante que aquilo a que você dá mais importância será mais facilmente percebido pelo seu cérebro no dia-a-dia).

Como exemplos, este é o sistema que faz com que as mulheres grávidas, percebam que de repente parece que está tudo à espera de bebé ou que os homens quando decidem comprar um BMW branco, de repente percebem que afinal o mercado está inundado de carros BMW brancos.

Pois é, nós vemos aquilo que procuramos e, como a informação a que estamos expostos é muitas vezes superior àquela que conseguimos absorver, o nosso sistema de ativação reticular é o nosso filtro que nos permite de uma forma inconsciente selecionar a informação que interessa e a que não interessa.

Se não estiver com a tal mente de principiante, limpa, sem julgamentos e sem preconceitos, apenas vai ouvir aquilo que confirma as suas opiniões.

Para aprender tem de pôr em causa aquilo que já sabe.

Este é, para mim, um ponto muito importante em qualquer momento de aprendizagem.

#2 – “A” de Active – chamada aprendizagem ativa com prática

Uma das formas mais relevantes de aprendizagem é através de: Observação > Imitação > Repetição

E assim a prática é fundamental.

Experimente colocar em prática todos os conceitos que vai ouvindo.

Quando lê um livro ou quando está numa formação, tenha sempre o caderno de apontamentos organizado por ideias, mas também por ações que vai colocar em prática com aquelas ideias.

#3 – “S” de Stateenvolva-se emocionalmente com o que está a aprender

Tem a ver com o estado mental em que se encontra quando se propõe a aprender.

Segundo o próprio Jim Kwik, informação + emoção é o que transforma o conhecimento para a memória de longo prazo e faz com que ele seja mais facilmente assimilado.

 

Jim Kwik faz uma analogia muito interessante e que me faz todo o sentido.

O trajeto do conhecimento é: Cabeça > Coração > Mãos

Para permitir que este trajeto seja feito, é fundamental que esteja envolvido emocionalmente na aprendizagem.

 

#4 – “T” de Teachaprenda para ensinar

É muito simples de compreender que quando se aprende para ensinar o efeito é completamente diferente.

O facto de ter que sistematizar, de ter que arrumar as ideias para depois as ter que passar a alguém faz toda a diferença na força da aprendizagem.

 

Nota: deixo-lhe a sugestão de implementar, na sua empresa, uma hora por semana, de aprendizagem.

Uma hora em que cada colaborador, de uma forma rotativa de semana para semana, faça a exposição de uma matéria de interesse.

Pode ser um livro que leu, um curso que fez ou apenas um estudo aprofundado. Tem que ser uma apresentação de pelo menos 30 minutos, em que o responsável teve que se dedicar, entender as ideias, sistematizar a informação e conseguir passá-la para toda a plateia. Depois os restantes minutos da reunião serão para a discussão dessas mesmas ideias.

 

A aprendizagem é fundamental para qualquer empresa e para qualquer empresário.

 

Não se contente com a normalidade.

Aprenda e evolua para estar no topo em termos de conhecimento, em termos de performance, em termos de saúde e forma física e em termos de relações humanas.

Não basta só ler livros. É fundamental depois pô-los em prática.

 

Qual a próxima aprendizagem em que vai investir?

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Estatela Zaqueu
Estatela Zaqueu
4 meses atrás

Obrigado Dra. Pela rica informação…