6 Dicas para Prosperar em Tempos de Crise

6 Dicas para Prosperar em Tempos de Crise 1

Todos sabemos: vivemos tempos complexos e desafiantes

É nesse sentido que partilho hoje convosco 6 Dicas para Prosperar em Tempos de Crise.

Ultimamente, tenho recebido muitas chamadas de empresários preocupados com a situação atual do país e desorientados sobre o que devem fazer e como devem abordar esta situação.

Aquilo que tenho para lhes dizer é que estejam atentos, mantenham todos os sentidos apurados, mas não stressem.  É imperativo manterem-se focado e confiantes! 

É verdade que vivemos tempos difíceis; é inegável que iremos passar pela pior crise de sempre. Mas, para os bons, há sempre espaço, para quem tem uma vantagem competitiva há sempre oportunidades. O mercado como um todo vai contrair, no entanto, para os que se mantiverem no ativo, vai sobrar um espaço maior. É sempre assim em tempos de crise!

Na nossa reunião de empresários deste trimestre, este foi um dos temas em debate, a visão sobre os próximos tempos. Foi um orgulho enorme ouvir os empresários com quem trabalhamos com grande otimismo no futuro.

Eles têm a consciência que, se fizerem bem o trabalho de casa, tudo ficará mais facilitado. Podem abanar, mas não caem e estarão preparados para apertar o cinto.

O mundo empresarial não vai acabar

 As pessoas vão continuar a comprar e o dinheiro vai continuar a circular; o segredo está em encontrar formas de conseguir captar oportunidades para o seu negócio.

Seguramente, haverá setores mais afetados do que outros, mas torna-se fundamental analisar as oportunidades, reposicionar e repensar a sua atividade.

Como prosperar em tempos de crise? Preparação!

6 Dicas para Prosperar em Tempos de Crise

Deixo aqui algumas dicas de gestão de crise que recomendo que ponha em prática:

1. Estude a sua tesouraria

As empresas só fecham por uma razão: não terem dinheiro em caixa para cumprir com as suas obrigações com colaboradores, fornecedores, estado, bancos, etc.

  • Prepare um mapa de tesouraria previsional para os próximos 12 meses;
  • Tenha o ponto da situação atualizado ao dia;
  • Tenha uma noção muito clara de todas as suas obrigações;

É muito importante perceber quais são os riscos que está a correr e controlar ao detalhe todas as entradas e saídas de capital previstas.

2.  Controle a dívida de clientes

Especial atenção para esta rúbrica.

Compreendo que para os vossos clientes não seja o momento ideal para cobrar, pois também eles estão a passar por momentos delicados, mas é primordial que consiga cobrar todos os valores devidos e que ainda não foram pagos.

Este é um momento crítico para muitas empresas portuguesas e, certamente, para a sua também; por isso, não vai querer ficar com o problema do seu lado.

3.  Fiscalize as despesas da empresa

Corte todos os custos não essenciais para conseguir prolongar o tempo de sobrevivência perante uma eventual quebra acentuada das receitas.

Seja mesmo muito criterioso. É vital manter apenas os custos que são determinantes para a manutenção da operação.

Analise com atenção todas as rubricas de custos que tem na demonstração de resultados e faça a pergunta: preciso mesmo disto? Esta despesa é essencial à operação? Será que posso renegociar com o fornecedor?

Não corte nos investimentos que garantam a sobrevivência de longo prazo. É preciso ser muito prudente nos pensamentos de curto prazo versus longo prazo.

Os investimentos que permitam prosperar no longo prazo, desde que devidamente suportados pela tesouraria, são de extrema importância para o crescimento do seu negócio.

4.  Reposicione o negócio no online

Aposte no marketing digital.

A pandemia acelerou as compras online e mudou os hábitos de consumo dos portugueses.

“Cerca de metade admite que mudou os seus hábitos e 57% que começou a comprar mais online nos últimos seis meses”,

Segundo o Observatório de Tendências, um inquérito do Grupo Ageas e a Eurogroup Consulting. Será que já tem um site? E funciona bem? Tem produtos digitais? Comunica nas redes sociais? É muito importante que a sua empresa se reinvente e esteja onde os clientes estão.

Seja criativo. Aproveite ao máximo para vender tudo o que pode (e cobrar!). Encontre novos produtos que possam ser interessantes de vender nesta fase.

5.  Cuide dos colaboradores, clientes e fornecedores

Independentemente de estarem todos juntos no escritório ou em teletrabalho, reúna com as pessoas da sua equipa todos os dias.

Esta é uma fase em que as notícias são negativas, em que eles podem estar expostos familiarmente a algumas situações mais complicadas, como doenças, falências ou desemprego.

É inevitável que os colaboradores tenham momentos de desorientação e de fraqueza. Possam sentir ansiedade, medo, frustração, exaustão ou incapacidade.

É, por isso, muito importante manter o espírito positivo e de união para que, todos juntos e cheios de força consigam fazer acontecer, mesmo num momento como este.

Não aceite as desculpas da crise. Ela está cá, sabemos que existe, mas aqueles que descobrirem como lhe dar a volta, serão os verdadeiros vencedores.

Cuide de Si. Mantenha uma atitude otimista e de confiança.

A pandemia não vai durar para sempre. Após um período de maior adversidade, haverá uma retoma do ritmo habitual – as pessoas voltarão a ter vidas dentro da normalidade e procurarão os mesmos bens e serviços que sempre procuraram (e até com maior fulgor num período após isolamento).

Assegure uma comunicação regular com os seus clientes.

É determinante que, nesta fase, esteja mais perto e ativo, para que, quando precisarem de algo da sua área, seja a si que recorrem.  Faça a diferença e mostre que o seu posicionamento é diferenciador no mercado.

Esteja atento. Alguns concorrentes vão inevitavelmente fechar portas, aproveite esse espaço!

Por fim, os seus fornecedores.

Mantenha um relacionamento forte com todos os fornecedores e entenda bem o estado do seu negócio. Isso irá permitir 2 coisas:

  • ser o primeiro a ser servido, não pondo em causa a sua disponibilidade de serviço por quebras dos fornecedores,
  • aperceber-se se algo estiver a correr mal com algum dos fornecedores e procurar alternativas atempadamente, não colocando em causa os seus prazos de

6.  Planeie

A maioria dos meus clientes, quando se começou a ouvir falar da pandemia e da crise económica que se iria seguir, entraram em modo “barata tonta”, a correr para todo o lado, a fazer coisas com pouco critério.

 O meu papel com todos eles foi focá-los numa reavaliação do plano estratégico e do plano tático.

6 Dicas para Prosperar em Tempos de Crise 2

Tudo isto pode parecer difícil, mas se seguir estes passos de forma consistente os resultados aparecem.

“Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor bênção que pode ocorrer com pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera-se a si mesmo, sem ficar superado.” 

A SUPERAÇÃO é importante em todos os obstáculos!

 

Albert Einstein

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Maria Manuel Freitas
Maria Manuel Freitas
5 meses atrás

Artigo muito bom, com sugestões úteis e excelentes conselhos. Obrigada!