3 Segredos para ser um Bom Líder

3 Segredos para ser um Bom Líder

A liderança é um tema que trabalho muito com os meus clientes, porque é também um aspeto muito importante na vida de todos os empresários. Por isso, hoje, partilho convosco os meus 3 Segredos para ser um Bom Líder.

Cuidar bem dos recursos da sua empresa é o que lhe garante a sustentabilidade e o crescimento do seu negócio.

Não é possível ter um negócio forte sem ter recursos humanos bem desenhados.

 

3 Segredos para ser um Bom Líder

  1. Seja genuíno

No livro Executive Coaching conto a história de uma cliente que passou por mim há alguns anos.

Esta pessoa tinha um alto cargo numa empresa de renome em Portugal e foi-me descrita pelos recursos humanos da empresa onde trabalhava como uma pessoa irascível, com ideias fixas, muito exigente e pouco flexível.

Toda a equipa tinha muita dificuldade em trabalhar com ela.

Eu fui contratada para falar com esta pessoa e amenizar a situação.

Durante a nossa primeira sessão, e contrariamente às informações que tinha, fiquei com a impressão que era uma pessoa muito amorosa, preocupada com os amigos e com os filhos.

Nada correspondia à descrição que o departamento de recursos humanos me tinha feito desta pessoa.

No decorrer das sessões percebi que esta senhora era infeliz na sua vida profissional.

Ela gostava daquilo que fazia e da empresa onde estava, mas carregava um peso muito grande às costas.

Para ela o trabalho era muito difícil.

Percebi também que ela não era verdadeira na empresa onde estava.

Ela representava um papel dentro daquela organização e para ela era difícil estar em esforço o tempo todo, como o seria para qualquer pessoa.

Aos poucos, e no decorrer do nosso trabalho em conjunto, ela foi deixando cair algumas destas barreiras.

Foi confidenciando alguns aspetos da sua vida privada à equipa e passou a almoçar com a equipa. Coisas que não tinha por hábito fazer até aqui.

 

Quando transporta aquilo que é para o trabalho:

Fica mais aliviado porque pode ser verdadeiro sem estar constantemente em esforço. Afinal, não precisa de fingir.

Ao mostrar aquilo que é, a equipa rapidamente se alinha consigo. Consegue trazer a equipa com muito mais facilidade para perto de si.

Eu acredito que é preciso ser autêntico e honesto na vida profissional.

Claro que há pessoas que podem querer tirar partido das suas vulnerabilidades, mas mesmo correndo o risco de sofrer algumas desilusões, a autenticidade compensa sempre.

Há uns anos, eu trabalhava numa empresa quando o diretor de recursos humanos me chamou para me dizer que aquela empresa não era feita para pessoas como eu: abertas, transparentes e sinceras.

Avisou-me que eu podia sofrer alguns dissabores se continuasse assim.

Eu respondi que percebia e agradecia o que me estava a dizer, mas que preferia sofrer os dissabores a ser uma pessoa que não sou.

De facto, na empresa como um todo, por vezes não fui entendida e sofri alguns dissabores. Mas consegui construir na minha equipa aquilo que considero um oásis dentro daquele mundo hostil.

Criei um círculo de segurança. Qualquer pessoa podia falar abertamente e isso fazia com que as pessoas estivessem disponíveis para dar mais.

Promovendo este espírito de união, eu consegui tirar o melhor dos outros.

Enquanto líder, ao nível da comunicação deve saber mostrar quem é de forma aberta, mostrar as suas vulnerabilidades, mostrar à equipa que nem todos os dias são bons.

Como toda a gente, temos dias menos bons e é nesses dias que precisamos que os outros puxem por nós.

É importante ter a humildade de dizer: “não sei”. Assumir que há coisas que não sabe, que tem dúvidas.

Isto humaniza-nos e traz à equipa este lado humano.

 

  1. Assuma os erros

Outro ponto difícil para a maior parte das pessoas é assumir os erros.

Assumir que nos enganámos perante a equipa é sinal de força e não de fraqueza.

As equipas são o espelho do líder.

Se quer que a sua equipa seja verdadeira e que assuma os seus erros tem que ter exatamente o mesmo comportamento.

 

  1. Seja honesto na comunicação da sua empresa

Esta honestidade tem que existir não só a nível pessoal, mas ao nível da comunicação da empresa.

É critico que a empresa diga a verdade aos colaboradores.

Dar a conhecer qual a visão da empresa, quais os objetivos e qual o ponto de situação atual.

A maior parte dos empresários é muito renitente em mostrar os seus números aos colaboradores e em dar a conhecer os seus projetos.

Mas reflita sobre o seguinte:

Como é que uma equipa pode seguir um caminho sem entender que caminho é esse?

Se eu lhe disser para martelar 5 vezes, mas não lhe mostrar o produto final (aquilo que está a construir ao martelar 5 vezes) vai sentir-se motivado?

Infelizmente, a maior parte das empresas esconde informação, não quer que os colaboradores conheçam qual a visão da empresa e para onde estão a ir, não quer que os colaboradores conheçam os projetos.

Tenha em conta que ao adotar esta postura perdem-se muitos colaboradores, ou porque saem ou porque se desmotivam e não contribuem tanto como contribuiriam se se sentissem mais envolvidos.

Independentemente de qual a nossa função, cada um de nós está a contribuir para um todo.

A empresa tem que ser capaz de mostrar isto a todos os colaboradores para os manter no caminho certo.

 

Agora que já partilhei os 3 Segredos para ser um Bom Líder, gostaria de saber a sua opinião:

Concorda que a honestidade é importante para uma boa liderança?

Deixe nos comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.